quarta-feira, 18 de setembro de 2013

O Garoto Da Casa Ao Lado por Meg Cabot





Título: O Garoto Da Casa Ao Lado
Título Original: The Boy Next Door
ISBN: 8501066176
Editora: Record
Ano: 2004
Páginas: 400
Autor: Meg Cabot
Classificação: 4,5 estrelas
 

     Mel Fuller é uma jovem mulher que trabalha em uma coluna social no New York Journal, sonha em encontrar sua cara metade, adora cerveja e até mesmo uns desastres naturais.
     Uma manhã, Melissa encontra sua vizinha desmaiada no chão e a pobre senhora entra em coma só restando Mel para tomar conta dos animais de estimação da sua vizinha de porta. Após muitas notificações de atraso do trabalho da "queridíssima"Amy Jenkins do RH, e insistência de sua melhor amiga Nadine, Mel contata o único parente da senhora que é nada mais nada menos que Max Friedlander, um famoso fotógrafo.
     Acontece que esse famoso fotógrafo está ocupadíssimo, e para fugir da responsabilidade de cuidar dos animais da Sra. Friedlander, Max manda seu amigo para quebrar esse galho para ele, enganar Mel e ainda garantir a herança da pobre velhinha.
     John Trent é um repórter investigativo do New York Chronicle, que é o jornal rival ao da Mel, além de ser um dos famosos Trent da Park Avenue, milionários. Ao aceitar fazer o favor ao amigo, ele se coloca em enrascada pois acaba se apaixonando e sabe que nenhuma mentira dura muito tempo. 

Esse livro foi uma delícia de ler. Todos dizem que o fato de ele ser escrito em forma de emails prejudica o decorrer da história, mas para mim foi super tranquilo. Meg Cabot honra o nome que tem e faz juz ao que todos estão acostumados. Como foi apenas o primeiro livro que li de sua autoria, não tenho muita base de comparação.
     Algumas coisas que são muito interessantes na história é a Mel e essa relação com o John. A loucura dos dois por desastres naturais é uma semelhança fofa entre eles. Mel é uma personagem forte, mas que se deixou levar por uma paixão, e é terrível sofrer junto com os dois. Os emails com as fofocas do pessoal do jornal deixa o clima mais leve e consegue tirar boas risadas.
    Grande parte dos personagens te envolvem na história, e eu principalmente amei dois personagens secundários na história que foi a Stacy, e a Dolly. Super divertidas.
Super recomendo a leitura. Vale a pena para descontrair e dar boas risadas.

2 comentários:

Amanda Faustino disse...

Eu tenho tanta vontade de ler os livros da Meg... Ainda não creio que nunca li nenhum.

Beijos,
Mands - Outbreaks.

Fernando Pacman disse...

Olá Nat.
Os livros da Meg Cabot são sempre uma boa opção. Ainda não li O Garoto da Casa ao Lado, mas lendo sua resenha parece ser mais uma excelente escolha.

Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
Abraços

http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

Postar um comentário

 
Layout de Giovana Joris