quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O Mágico De OZ - Por L. Frank Baum.

Hey! Vamos lá, pense comigo sobre a historia do mágico de OZ... Dorothy foi parar na Terra De Oz e quer ir até o grande Mágico para conseguir voltar para sua casa. No caminho para encontrá-lo se une a um espantalho sem cérebro, um homem de lata sem coração e um leão covarde para sua busca. Então depois disso você deve ter flashes da historia, mas aposto que alguns de vocês não vão lembrar o final de jeito nenhum... Pelo menos eu antes de comprar esse livro fiquei um mês na loja tentando lembrar, mas na verdade eu acho que eu nunca soube a historia toda, e sei que agora que alguns de vocês pararam para refletir sobre isso, também não sabem... Bom, que comece minha resenha.
  


Sinopse:
 Quando um terrível ciclone levou Dorothy, a órfã, e seu cãozinho Totó do Kansas até a Terra de Oz, ela temeu não ver nunca mais sua tia Emily e o tio Henry. Mas ela encontrou os Munchkins e eles lhe disseram para seguir a Estrada dos Tijolos Amarelos até a Cidade das Esmeraldas, onde o Grande Mágico de Oz lhe concederia qualquer desejo. No caminho, ela encontrou o Espantalho sem cérebro, o Lenhador de Lata e o Leão Covarde. Os quatro amigos partiram em busca de seus mais profundos desejos, e numa série de aventuras fantásticas eles encontram um campo de papoulas mortíferas, animais selvagens, macacos voadores, uma bruxa malvada, uma bruxa boa e o próprio Mágico de Oz.                          
                                                              
                         
                                                                                
 Dorothy era uma menina (não!) que vivia com sua tia Em, seu tio Henry e é claro seu inseparável amigo, seu cachorro, Totó, no Kansas. Um dia um ciclone atinge a casa em que viviam. É quando Dorothy se dá conta que está em um lugar desconhecido apenas na companhia de seu cachorrinho. Lá a bruxa boa do norte vem a sua visita e a explica que se encontra na Terra de OZ , onde existem 4 bruxas: duas boas (do norte de do sul) e duas más (do leste e oeste), e que Dorothy acaba de matar uma das bruxas más (do leste) com sua casa, esmagando-a. A bruxa lhe orienta a pegar as sandálias prateadas da bruxa. Dorothy então a pergunta uma maneira de voltar para casa e a bruxa lhe aconselha a procurar O Grande Oz, um feiticeiro muito poderoso que governa a Terra Das Esmeraldas. Para chegar até lá a menina deve seguir pela estrada de tijolos amarelos, e então após receber um beijo (que lhe concede proteção em sua jornada) da bruxa boa, Dorothy vai  em sua casa, muda suas roupas, recolhe uma cesta que vem a encher de comida (pão) e parte em busca de OZ. Durante o caminho, ela encontra um espantalho sem cérebro, um homem de lata sem coração e um leão covarde, que querem ir ao palácio de OZ ver se ele consegue dar o que não foi concedido-lhes.  Depois de uma longa viagem  finalmente chegam ao destino e falam com o Grande Oz, que se recusa a realizar seus desejos enquanto a bruxa má do oeste esteja viva, então os 4 amigos e Totó seguem para a terra dos winkies, a oeste, onde a bruxa vive e escraviza todos que por ali passam. A bruxa vendo o que Dorothy fez com a bruxa do leste fica com medo e manda vários animais bizarros para impedir que cheguem a sua terra, mas os brinquedinhos da governanta do oeste falham, e ela apela para sua única arma que resta, a mais forte, os macacos alados, que destroem o espantalho e o homem de lata e levam a menina e o leão para trabalharem para bruxa, porém Dorothy consegue derrotá-la jogando a um balde de água, que a derrete. Quando retornam a Terra Das Esmeraldas,com a ajuda dos macacos alados (que agora obedecem a Dorothy que pode chama-los ate três vezes através de um chapéu magico) eles descobrem que o Grande Magico de OZ, é na verdade, uma farsa e não tem poderes mágicos! Agora o espantalho vai ter que arrumar outra maneira de ganhar um cérebro. O Homem de Lata vai ter que consegiur outro jeito de arranjar um coração. O leão terá de pensar em outra forma de ter coragem. Mas eles conseguem isso facilmente, sem mágia, através do próprio Oz (truque piscicológico) O problema é Dorothy,  que terá de rever todo seu plano de voltar para casa. Eu poderia contar o resto, mas não vou, ate porque os que não lembram do final podem ficar meio bravinhos                               


Minha opinião: Eu sou uma amante assumida de clássicos, portanto ameiii o livro! A tradução é perfeita, pelo menos eu não achei nenhum errinho (como em certos livros que eu acho muiiitos--> heroi perdido, cofcof) Quanto a capa eu achei maravilhosa a combinação dos tons de rosa e amarelo neons. A única coisa que não gostei foram as ilustraçoês, que para mim são horrorosas (fique claro que eu não tenho nenhum sendo artistico)! Leia o livro se você quiser viajar até A terra de OZ e dar um tempo nesse mundo sem graça (e sem mágica... Harry Potter sinto sua falta!) que conhecemos.


Frases:


" Vocês ai que possuem um coração, têm algo para guiar vocês, e nunca erram, mas eu não tenho um coração então preciso tomar muito cuidado" - Homem De Lata


"Experiência e a unica coisa que traz conhcecimento, e quanto mais tempo ficar na terra, mais experiência você vai ter." - Oz


" Não  ser vivo que não tenha medo quando enfrenta o perigo. A verdadeira coragem é enfrentar o  perigo quanto se tem medo- Oz


"Não importa o quão sombrio seja sua casa, nós, pessoas de carne e osso, preferimos viver lá a viver em qualquer outro país, por mais lindo que seja. Não há lugar como nosso lar."- Dorothy





6 comentários:

Livro de Letrinhas disse...

O Magico de Oz é sempre um clássico, acho que vi um filme já sobre ele... Não tenho interesse de ler não :x mas quem sabe eu leia não é?
Sua resenha está ótima (:

Nathália de A. S. disse...

Eita Alê! Você tem razão! Eu não me lembro do final!

Sempre gostei de O mágico de OZ, mas pra falar a verdade nunca li o livro... Mas me lembro de váarias coisas do filme, é muito legal! (Só não lembro dessa história do mágico ser um farsa, mas ok, não lembro do final do filme mesmo... rsrs).

Mas valeu pela resenha Alê, trouxe de volta aquela curiosidade de ler um clássico (Também amo clássicos!).

Tá aí... Vou comprar pra ler!

P.S.: Adorei as frases no final! Muito boas!

Enfim...

Valeu mesmo pela dica!

Beijão!


@nathalia_asc

annielus disse...

Nunca li o livro, mas adorei o filme tanto na versao original, como na versao onde sincronizam o filme com o album Dark Side Of The Moon, do Pink Floyd.

Mas com certeza é um clássico que vale nao só ler, mas ter na biblioteca!!

Adorei a resenha!

Bjsss
@annielus

Marcella Jordanna disse...

OLha que vergonha de admitir isso, mas não sabia nada sobre esse clássico(a não ser o nome \:) até ler a sua resenha!

Nem o filme eu vi! Muito triste isso.

Sua resenha despertou um interesse nesse livro em mim agora, com certeza quando der vou ler ele!

Beijinhos.

Marcella Jordanna - Letras de Chá
http://letrasdecha.blogspot.com/

ALINE T.K.M. disse...

Nossa, que nostalgia que me bateu!
Li O Mágico de Oz há MUITOOOOS anos atrás, era criança ainda, e lembro que fiquei encantada com a história. Ainda quero muito ver o filme (antigaço, deve ser lindo). E tenho na minha fila de leitura o livro Wicked (faz tempo que ele está na minha fila!).

Bj
escrevendoloucamente.blogspot.com

Anônimo disse...

já li o livro e realmente e muito bom.

Postar um comentário

 
Layout de Giovana Joris